Notícias

bannernoticia1-17

Joel Parkinson é o novo Campeão Mundial de Surf

fonte: http://esportes.r7.com

 

 
Não podia ser em outra arena, Pipeline, o Olimpo do Surf mundial, foi o palco de umas das disputas mais acirradas da história do circuito mundial de surf. Kelly Slater perseguindo mais um título mundial, seria seu décimo segundo, enquanto o australiano Joel Parkinson, que coleciona 4 vice-campeonatos queria seu primeiro. Os dois chegaram ao Hawaii muito próximos no ranking e a pressão estava definitivamente do lado de Parko.

O que mais impressionou foi a leveza, tranquilidade e confiança que Parko surfou durante todo o campeonato. Em momentos críticos aproveitou as ondas que vieram de maneira impecável, tanto para o Backdoor quanto para Pipe, conseguindo as notas que precisava para despachar os irmãos Hobgood nas quartas e na semi; Slater do outro atingiu o somatório quase perfeito, 19.27, no round 5 para eliminar Miguel Pupo que pegou uma onda linda de backside andando no crítico em Backdoor. Nas quartas Slater encontrou seu grande amigo Shane Dorian e os dois protagonizaram a melhor bateria do ano e uma das melhores da história, onde ambos se revezaram nas direitas e o vencedor só foi conhecido depois que tocou a sirene após Dorian ter pego um tubo muito profundo e quase ter virado; na minha opinião qualquer um poderia ter ganho, mas foi bom para as emoções do campeonato que Slater seguisse para a semifinal.

Parko esperava Kelly na final já e do terraço da casa da Billabong acompanhou seu conterrâneo, o endiabrado e indolor Josh Kerr, enfrentar o maior surfista de todos os tempos. A bateria foi fraca de ondas e Slater, que pareceu ter atingido o seu auge no dia na bateria anterior, não se achou…quando a sirene tocou e Kerr garantiu sua passagem a final após ter prestado, até o momento em sua carreira, o seu maior serviço ao surf australiano, Parko ao lado de Bruce Irons, família e amigos, comemorou como nunca o seu tão desejado e merecido primeiro título mundial.
Se já estava relaxado sob pressão, com o título já assegurado Parkinson acelerou tranquilo nos canudos para despachar Kerr e de quebra faturar seu primeiro Pipemasters e primeira vitória na temporada que foi marcada pela regularidade.

 

No pódio ficou nítido que esse capítulo da história foi escrito de forma natural, sem forçar nada. Kelly estava sereno e sorridente e passou o troféu ao novo campeão lembrando de Andy Irons e assumindo sua participação espiritual na disputa a favor do grande amigo australiano. Joel Parkinson está entre os melhores do mundo há uma década, foi bicampeão mundial junior, venceu sua primeira etapa como convidado em J-Bay aos 18 anos em 1999, vice campeão mundial 4 vezes e tricampeão da Tríplice Coroa Havaiana! Parko aos 31 anos, percorreu todos os degraus do surf para conquistar seu desejado título mundial.

 

O seu talento natural, estilo fluído que une radicalidade, classe e traz no dna o power surf australiano com o polimento de Tom Curren e uma pimenta de modernidade somados a atitude positiva e humildade o fazem um campeão digno que inspira e orgulha toda a comunidade do surf mundial.